sábado, 23 de dezembro de 2017

Académica (1-2 vs. Cova da Piedade 22.12.2017)

Ricardo Soares
Substituições:

65' Marinho por Harramiz (EE);

81' Guima por Zé Tiago (MCE);

85' Luisinho por Diogo Ribeiro (ED).


Coletivo:

Um autêntico kick and rush à procura de Djoussé. A alternativa são as transições rápidas, a passar obrigatoriamente pelos pés de Marinho


Individual:

23 Mike (DD): Lateral consistente;

13 João Real (DCD): Forte no jogo aéreo;

83 Zé Castro (DCE): Lê muito bem o jogo, sai bem a jogar e mostra que tem qualidade para mais do que aquilo que são os requisitos de II Liga;

19 Nélson Pedroso (DE): Homem das bolas paradas; Tem um pontapé esquerdo muito forte e mostra-o na execução de livres diretos;

6 Ricardo Dias (MDF): Médio muito forte fisicamente (1,89 m) e responsável pelo equilíbrio da equipa; A sua estampa física é importante no futebol direto que se pratica na II Liga;

22 Chiquinho (MCD): O mais tecnicista mas menos combativo do meio-campo, ainda que não seja um portento técnico;

21 Guima (MCE): Robusto fisicamente mas algo lento;

77 Luisinho (ED): Extremo baixinho (1,70 m); Executa bolas paradas;

7 Marinho (EE): Extremo baixinho (1,66 m); Destro na esquerda, sempre à procura de diagonais; Mantém a velocidade apesar dos 34 anos; As transições rápidas da equipa passam obrigatoriamente pelos seus pés;

39 Djoussé (PL): Uma autêntica referência ofensiva; É a referência nas primeiras bolas, é ele quem os companheiros procuram quando bombeiam a bola;

24 Harramiz (EE): Aparece muito no meio; Destro na esquerda;


Extra:

Ausentes: Traquina, Fernando Alexandre, João Gomes e Femi Balogun (todos lesionados)

Acompanhada por centenas de adeptos;

Cova da Piedade (2-1 vs. Académica 22.12.2017)

Bruno Ribeiro
Substituições:

58' Paulo Tavares por Liu (MO/SA);

69' Dieguinho por Hugo Firmino (ED);

82' Soares por Sori Mané (MDF).


Coletivo:

Centrais pouco seguros com a bola nos pés;

Procura jogar apoiado, mas acaba por optar muitas vezes por um futebol mais direto;

Com a troca de Paulo Tavares por Liu, passou a jogar num 4x2x3x1 (desdobrável em 4x4x2), com Liu um pouco atrás de Cléo no ataque, e Robson ao lado de Soares no meio-campo;

Com a entrada de Hugo Firmino, Ballack mudou-se para o lado esquerdo do ataque;


Individual:

1 Pedro Alves (GR): Muito seguro;

73 Michael Silva (DD): Executa lançamentos longos;

4 Willyan (DCD): Autêntica torre (1,93 m); Pouco seguro com a bola nos pés;

18 Daniel Almeida (DCE): Possante (1,87 m): Pouco seguro com a bola nos pés;

6 Evaldo (DE): Difícil de bater no um contra um; Homem das bolas paradas;

3 Soares (MDF): Falta-lhe algum sentido posicional;

10 Robson (MCD): Falta alguma presença em campo e qualidade de passe; Algo amorfo;

85 Paulo Tavares (MCE): Qualidade de passe a curta, média e longa distância; Inteligência nas suas ações; É raro o ataque que não passe pelos seus pés; Não tem pulmão nem capacidade física para 90 minutos ou para jogar de três em três dias;

20 Ballack (ED/EE): Esquerdino na direita; Muito rápido, é o principal desequilibrador da equipa, embora seja intermitente durante o próprio jogo;

92 Dieguinho (EE): Destro na esquerda; Define mal;

23 Cléo (PL): Referência ofensiva; Alto (1,85 m), serve de referência nas primeiras bolas; Executa grandes penalidades;

8 Sori Mané (MDF): Muito alto (1,87 m);

99 Liu (MO/SA): Joga numa posição híbrida entre médio ofensivo e segundo avançado; Possante, mas débil tecnicamente;


Extra:

Ausentes: Onyilo.

Equipa azul e grená

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Notas | Rúben Ribeiro

Data de Nascimento: 1 de janeiro de 1987
Pé preferencial: Direito
Altura: 1,75 m
Peso: 65 kg
Posições: Médio centro, Extremo (dos dois lados), Médio Ofensivo e Falso Ponta de Lança

Época Clube Divisão Jogos Golos
2017/18 Rio Ave I Liga ?? ??
2016/17 Rio Ave I Liga 36 1
2015/16 Boavista I Liga 18 0
2014/15 Gil Vicente I Liga 17 2
2014/15 P. Ferreira I Liga 7 0
2013/14 Rio Ave I Liga 14 2
2013/14 P. Ferreira I Liga 14 1
2012/13 Beira Mar I Liga 29 8
2011/12 Penafiel II Liga 32 2
2010/11 Leixões II Liga 20 1
2009/10 Leixões I Liga 11 0
2008/09 Leixões I Liga 10 0
2007/08 Leixões I Liga 2 0
2006/07 Leixões II Liga 3 0


Paços de Ferreira (0-4 vs. Sporting 01.12.2013):
AC - Jogou numa posição que não é a sua, e por isso foi frequente vê-lo colocado ao flanco esquerdo, de onde procurava fletir para zonas interiores;

Paços de Ferreira (0-2 vs. Dnipro 07.11.2013):
MAE - Flete da esquerda para o meio;

Beira Mar (0-1 vs. Sporting 18.01.2013):
MAD - Melhorou de produção no segundo tempo, mas desperdiçou uma grande penalidade;

Beira Mar (0-1 vs. Estoril 14.01.2013):
MC - Foi dos mais esclarecidos dos aveirenses;

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Portimonense (0-2 vs. Sporting 17.12.2017)

Vítor Oliveira

Individual:


15 Lumor (DE): Lateral ofensivo, que revela visão de jogo no momento de passar a bola;

23 Nakajima (MAE): Extremo destro no lado esquerdo, sempre virado para dentro; Gosta de se movimentar em diagonais para zonas mais interiores; Tem qualidade técnica e velocidade; Gosta de aparecer na zona central;

90 Fabrício (PL): Bastante rematador, foi o terceiro jogador da I Liga com mais remates a cada 90 minutos durante a primeira volta (3,6);

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Castrense (0-0 vs. Louletano 10.12.2017)

Calú

Substituições:
68' Varela por Ivan (PL);
85' Jorginho por Tonon (MO).


Coletivo:

Equipa que mastiga muito o jogo, por vezes até em demasia, fazendo com quatro ou cinco passes o que podia fazer com apenas um ou dois;

Varela e Jorginho formam uma dupla bastante móvel;


Individual:

Miguel Cruz (GR): Guarda-redes baixo (1,81 m) e pouco seguro; Um dos poucos alentejanos da equipa;

Miguel Silva (DD): Consistente; Passou pela formação do Belenenses; Ainda muito jovem (21 anos); Eleito o melhor lateral direito da primeira volta da Série E;

Lúcio (DCD): Falta-lhe um ou outro... parafuso; pouco perspicaz na construção do jogo, demora a entregar a bola;

Rolim (DCE): Capitão; No clube desde 2011/12, tem feito toda a carreira por clubes alentejanos; Experiente (30 anos);

Nilson (DE): Lateral muito ofensivo; Jogador experiente (30 anos) e com o melhor currículo da equipa, uma vez que é internacional por Cabo Verde e atuou na I Liga ao serviço de Portimonense (2010/11) e União da Madeira (2015/16);

Mike (MAD): Sul-africano há mais de uma década em Portugal; Passou as últimas oito/nove épocas em clubes alentejanos;

Anderson (MCD): Dotado de qualidade de passe; Médio brasileiro, mas já há dez anos em Portugal; 

Vumi Mpasi (MCE): Uma espécie de William Carvalho dos pobres; Possante e eficiente no passe, baixa até entre os centrais para pegar no jogo e iniciar a construção; Médio mais recuado; Passou pelos juniores do Sporting;

Hélio (MAE): Tem bons pés e aparece muito em zona interior, atuando como falso ala e deixado o corredor lateral para Nilson;

Varela (ACD): Avançado muito móvel, tem 19 anos e é um dos poucos alentejanos da equipa;

Jorginho (ACE/MO): Falso ponta de lança; Baixa para buscar jogo e pode atuar como médio ofensivo; Experiente (31 anos), está no clube desde 2011/12 e tem feito carreira apenas por clubes alentejanos; É dos poucos alentejanos do plantel;

Ivan (PL): Ponta de lança de elevada estatura; Ainda jovem (23 anos), tem feito carreira por clubes algarvios;

Extras:

Carlos Machado, conhecido enquanto jogador como Calú, entrou no clube de Castro Verde em Novembro de 2014, depois de uma carreira realizada no Algarve, formado no Portimonense, onde iniciou carreira sénior, passando posteriormente por Imortal, Louletano, Olhanense e fechando o ciclo no Silves, onde se iniciou como técnico e pelo qual conquistou a Taça da AF Algarve, 2011, mudando-se de seguida para o Lagoa, passando pelos juniores do Portimonense e retornando ao Lagoa, de onde saiu para assumir o Castrense, que já levou duas vezes ao título bejense e à consequente promoção aos Nacionais. Na temporada passada foi tripla conquista, campeonato, taça e supertaça da AF Beja para o antigo defesa luso-angolano. 

Conquistada nova entrada na Série E do Campeonato de Portugal, o objectivo
passa naturalmente pela manutenção, com muitas entradas, entre as quais o
brasileiro André Tonon, um dos desequilibradores da equipa. O goleador Yaggo
Gomes, também ‘canarinho’, mudou-se para Os Armacenenses, deixando a
equipa órfã do seu poder de fogo. Para compensar essa baixa chegou o
experiente Fábio Martins, ex-Almancilense, também oriundo de ‘Terras de Vera
Cruz’.

Outro nome interessante no plantel é o luso-sul-africano Michael Habib, algo que se aplica também ao jovem lateral Miguel Silva, chegado do Gafetense depois da formação entre Belenenses e Casa Pia. Também o são-tomense Lúcio Oliveira, ex-júnior do Portimonense e que Calú orientou no Lagoa e trouxe para Castro Verde, mostra potencial a ser burilado.

A equipa já não vence desde a jornada 7, somou cinco empates e três derrotas até ao final da 1ª volta, estando obrigado a encontrar novamente o caminho dos triunfos, sob pena de voltar ao distrital bejense em 2018. Apesar das mudanças e das baixas, o Castrense apenas recorreu a 19 jogadores para os 15 encontros da 1ª volta na Série E.  

Plantel curto;

Clube em constante sobe e desce entre nacionais e distritais.



terça-feira, 16 de maio de 2017

Comércio e Indústria (0-1 vs. Almada 14.05.2017)

Gonçalo Paulino

Amora (1-1 vs. Comércio e Indústria 22.04.2017)

José Carvalho

Brejos de Azeitão (0-2 vs. Quinta do Conde 15.01.2017)

João Gomes

Charneca de Caparica (3-2 vs. Comércio e Indústria 25.09.2016)

Élio Santos

Banheirense (0-1 vs. Comércio e Indústria 09.10.2016)

Rui Fonseca

Estrela de Santo André (1-4 vs. FC Setúbal 13.11.2016)

José Gamito

FC Setúbal (0-1 vs. Azul e Ouro 25.04.2017)

Mário Leandro

FC Setúbal (1-1 vs. Palmelense 19.03.2017)

Mário Leandro

Lagameças (1-3 vs. FC Setúbal 08.12.2016)

Hugo Mira

"Os Pelezinhos" (0-1 vs. FC Setúbal 12.02.2017)

Carlos Neves

Quinta do Conde (2-0 vs. Brejos de Azeitão 15.01.2017)

Nuno Cláudio

Palmelense (1-1 vs. FC Setúbal 19.03.2017)

Flávio Santos

Almada (2-0 vs. Comércio e Indústria 14.05.2017)

Nuno Alves

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Olímpico do Montijo (2-0 vs. C. Indústria 14.04.2017)

David Martins



Substituições:


INT' David Luís por Projecto;

INT' Thiago por Rúben Goiás;

60' Queijinho por Iúri;

60' Cami por João Castiço;

86' João Monteiro por João Lagoa;



Coletivo:


Ataque muito dinâmico, com muitas trocas posicionais, tabelinhas e ritmo alto;


Espinha dorsal com três brasileiros de qualidade;

4x3x3 desdobrável em 4x4x2, devido às movimentações de Marcelo;



Individual:


Diogo Arreigota (GR): Guarda-redes da casa, de apenas 20 anos; 


Paulinho (DD): Lateral consistente;

Raul Rocha (DCD): Muito corpulento sim (193 cm), mas com alguma falta de velocidade e técnica; 

Mota (DCE): Muito assertivo;

Nuno Cunha (DC): Central jovem, 21 anos, mas já com alguma experiência em campeonatos nacionais, por Pinhalnovense e Barreirense; Passou pela formação do Vitória;

Projecto (DE): Dá grande profundidade ao corredor esquerdo; Executante de bolas paradas;

Jean Victor (MDF): Elemento mais posicional do meio-campo; Muito intenso; Constrói bem;

Marcelo (MCD): Sempre em alta rotação; Numa posição híbrida, uma vez que é um médio interior que cai bastante no flanco, onde funciona como extremo;

Thiago (ED): Deixa facilmente os adversários para trás com o seu poder de aceleração;

Cami (EE): Falso extremo, sempre a cair em zona de finalização; Rápido e ágil, sempre à procura de jogar de fora para dentro; Segundo melhor marcador da I Distrital, com 18 golos; No clube desde infantil, há 14 anos (2002/03);

João Castiço (E): Jogador da casa, no clube desde infantil (2008/09); 

João Lagoa (E): Jogador da casa, no clube desde benjamim (2005/06);



Equipa técnica:


Treinador: David Martins
Treinador adjunto: Ricardo Fernandes
Preparador físico: Hugo Pacheco
Treinador de guarda-redes: Carlos Miguel
Massagista: Pedro Marques
Diretores: João Monteiro e Pedro Santos

domingo, 9 de abril de 2017

Olímpico do Montijo (5-1 vs. C. Indústria 09.04.2017)

David Martins

Substituições:


27' Carlitos por Miguel Brás (GR);

62' Queijinho por Iúri;

70' Marcelo por João Castiço;


Coletivo:


Tenta imprimir sempre um ritmo muito elevado, procurando praticar um futebol com muita intensidade;


Individual:


Carlos Miguel (GR): Apesar da veterania, foi expulso após agredir um adversário; 42 anos;

Paulinho (DD): Capitão; Na equipa desde 2004/05, ainda no Montijo original;

Raul Rocha (DCD): Muito possante (193 cm);

Projecto (DE): Lateral muito ofensivo e habilidoso; Passou pela formação de Benfica e Sporting;

Marcelo (MAD): Muito dinâmico e rotativo; No clube desde infantil, há nove anos (2007/08);

Jean Victor (MCD): Segura muito bem a bola; Rijo;

Queijinho (MCE): Especialista na execução de livres; Homem da casa: desde 2001/02 que está no clube (ainda no Montijo original), à exceção de três anos em que esteve no Alcochetense;

Carlitos (MAE): Homem da casa: desde 2001/02 que está no clube (ainda no Montijo original), à exceção de época e meia em que esteve no Pinhalnovense e Eléctrico;

João Monteiro (ACD): Possante (182 cm); Tabela bem, joga bem de costas para a baliza; Passou pela formação de Benfica e Vitória;

Thiago (ACE): Muito possante (186 cm); Muito veloz, com grande poder de aceleração e capacidade de drible; Muito rematador; Apesar da estatura física, é habilidoso e gosta de ir para cima dos adversários, 'sambando';


Equipa técnica:


Treinador: David Martins
Treinador adjunto: Ricardo Fernandes
Preparador físico: Hugo Pacheco
Treinador de guarda-redes: Carlos miguel
Massagista: Pedro Marques
Diretores: João Monteiro e Pedro Santos


Extras:

O melhor marcador da equipa, Cami, ficou no banco por não se encontrar a 100 %;

Cerca de 300 espetadores nas bancadas, incluindo uma claque;